Novas
Loading...

Iniciação do nado costas na Natação






É bom ressaltar que para nadar costas o praticante deve saber flutuar.
Nadar de costas nos parece uma intenção natural do homem, pois há indícios de que os nossos ancestrais utilizaram essa forma de locomoção dentro da água.

Inicialmente esse nado tinha o movimento simultâneo dos braços e só posteriormente é que foi adotado a alternância de pernas e braços.

É bom ressaltar que para nadar costas o praticante deve saber flutuar. Este é um exercício que deve ser ensinado durante os primeiros contatos com a água, ou seja, na chamada fase de adaptação.

Da mesma forma que o crawl, no nado de costas também se deve levar em conta a posição do corpo, a ação dos braços e das pernas, além da coordenação de todos os movimentos.

Posição do corpo: Corpo na posição horizontal, em decúbito dorsal (de costas), com o pescoço relaxado.

Ação dos braços: No nado de costas também existem 2 fases: a de propulsão e a de recuperação.

Fase de recuperação: o braço deve sair da água estendido, primeiro com o polegar, ir subindo sempre com o mesmo perto do corpo e quando chegar à linha do ombro realizar um giro da mão para o lado de fora, entrando com o dedo mínimo.

Fase de propulsão: a mão afunda na água uns 15 a 30 cm, ocorre uma flexão do cotovelo a 90 graus, trazendo o mesmo para perto do tronco e iniciar uma empurrada com a mão para a direção dos pés, terminando com o braço totalmente estendido para o fundo da piscina e abaixo do quadril.

Ação das pernas: O batimento de pernas no nado de costas é um pouco similar ao do nado crawl, modificando o momento correto da aplicação da força.

Ação alternada, perna estendida na batida para cima e semi-flexionada no movimento para baixo. Pés relaxados, levemente para dentro, onde se deve chutar a água com os peitos dos pés. Não esquecer que os joelhos não devem sair da água.

Aqui vai uma pergunta para você: Quantas vezes você já viu um aluno ou até mesmo vocês cansou de bater as pernas no nado de costas, com a posição corporal correta e não conseguia sair do lugar?

Na realidade muitas vezes a aplicação da força é que está incorreta. O momento de força ocorre quando a perna está sendo estendida para cima, enquanto que na flexão é apenas uma preparação.

Coordenação: Nesse nado a respiração não traz grandes problemas. Na coordenação de braços e pernas, ao iniciar uma braçada com o braço direito, começa-se a bater com a perna esquerda de baixo para cima e vice-versa. Quando o braço termina a sua empurrada, o outro começa a propulsão, em um movimento contínuo sem parada.

Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário