Header Ads

Benefícios da Dança na Escola





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Benefícios da Dança na Escola. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




Dançar é uma das maneiras mais divertidas e adequadas para ensinar, na prática, todo o potencial de expressão do corpo humano. Enquanto mexem o tronco, as pernas e os braços, os alunos aprendem sobre o desenvolvimento físico. Introduzir a dança na escola equivale a um tipo de alfabetização. É um ótimo recurso para desenvolver uma linguagem diferente da fala e da escrita, aumentar a sociabilidade do grupo e quebrar a timidez.

Para despertar nos alunos o interesse pela dança, é preciso levar em consideração o repertório artístico que eles têm, deixar bem claro que homem também dança e, claro, convidar a turma toda para participar.

Os benefícios são inúmeros, principalmente para as crianças e adolescentes, os quais estão em desenvolvimento. A dança perpassa pela vida pessoal, física e psíquica de cada um(a).

Promove Socialização

Nas aulas de dança, o aluno passa a entender que, por ser uma atividade em grupo, é preciso que haja uma partilha de experiências, já que a coreografia só sairá de acordo com o esperado se o trabalho for feito em equipe.

Devido a isso, é preciso ter empatia com as outras crianças e adolescentes que estão em volta, pois eles também têm suas limitações e estão aprendendo. Assim, há grande chance de construir relações respeitosas, saudáveis e afetivas.

Acompanhamento profissional

Uma orientação profissional das crianças e adolescentes é essencial nessa fase de descobrimento. Contudo, é importante que o profissional respeite e saiba lidar com as restrições de cada indivíduo e faixa etária. Na dança, cada um(a) tem a chance de conhecer até onde consegue ir, isto é, qual o limite do seu corpo.

Estimula a autoestima e a autoconfiança

A autoestima e autoconfiança serão alcançadas quando o seu(sua) filho(a) alcançar certa dependência. Isso será possível a partir do momento em que ele(a) tiver noção do espaço que ocupa e passar a movimentar o seu próprio corpo de acordo com as atividades e coreografias que estão sendo propostas.

Dessa forma, ele(a) se sentirá até mais livre e estimulado(a) a desenvolver mais suas relações pessoais, porque estará seguro(a) de si.

Prática de atividade física

Se você tem um(uma) filho(a) que não gosta de praticar atividades físicas, a dança pode ser uma boa opção. Por se tratar de uma arte, torna-se uma forma lúdica de esporte, que aguça tanto o lado físico quanto o psíquico.

Também, por se tratar de esporte, pode auxiliar na aceleração do metabolismo, no melhoramento do condicionamento físico, no fortalecimento da musculatura, além de trabalhar a flexibilidade, a postura e a consciência corporal.

É, portanto, uma grande oportunidade de manter as crianças e adolescentes ativos.

Ajuda no processo de aprendizagem

Há várias maneiras, para além da convencional, de aprender e ensinar.

Trabalhar com a dança vai além de ensinar técnicas e gestos aos alunos. Trabalhar com a dança permite ensinar de maneira divertida todo o potencial e expressão do corpo. Trabalhar com a dança é um ótimo recurso pedagógico para desenvolver uma linguagem diferente da fala e da escrita.

Por meio da dança, é possível desenvolver e aprender muito com os sentidos e competências do corpo:

tátil: sentir os movimentos e seus benefícios para seu corpo;
visual: ver os movimentos e transformá-los em atos;
auditivo: ouvir a música e dominar o seu ritmo;
afetivo: emoções e sentimentos transpostos na coreografia;
cognitivo: raciocínio, ritmo, coordenação;
motor: esquema corporal.

Dessa forma, o que é aprendido com a dança também pode ser utilizado em outros contextos da vida, o que é essencial para o conhecimento desse novo mundo que está sendo explorado.

Ajuda a manter a saúde mental

Já que as aulas de dança são desenvolvidas de maneira lúdica, elas ajudam a expressar sentimentos e pensamentos. Assim, tem-se a chance de conhecer suas necessidades, curiosidades, anseios e motivações.

É muito importante que o professor tenha conhecimento dos diversos significados que essa prática proporciona às crianças, ajudando-as a terem a percepção adequada de seus recursos corporais, possibilidades e também de suas limitações, dando-lhes condições de se expressarem com liberdade.

Colabora para a formação do indivíduo

Além de tudo isso, a dança, como manifestação artística, trabalha para transformar o mundo em um lugar melhor, uma vez que os seres humanos se tornam mais aptos para viverem em grupo.

Assim, além da formação de pessoas mais empáticas e mais respeitosas, colabora para a redução do estresse e da ansiedade.

Concluindo...

A dança na escola quando aplicada com metodologia adequada e, principalmente com consciência pedagógica, possibilita ao educando uma formação corporal global, ampliando suas capacidades de interação social e afetiva, desenvolvendo as capacidades motoras e cognitivas. Quando realizada de forma lúdica e não competitiva, a dança escolar passa a ser agente de formação e transformação, possibilitando oportunidades de humanização e integração entre todos os alunos, aumentando assim a auto-estima colocando em prática o sentido de uma educação voltada para a inclusão.

Para finalizar, vou indicar esse guia Ginástica para Treinamento Físico ´para trabalhar em academias ou ao ar livre.  São treinamentos físicos que tem o objetivo de melhorar as questões estéticas e físicas dos praticantes com duração de 45 a 60 minutos, com combinações de movimentos Aeróbicos e Musculares no ritmo da música. Clique aqui e saiba mais!

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.