Header Ads

Fratura por estresse é um perigo para o corredor





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Fratura por estresse é um perigo para o corredor. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!

http://www.30tododia.com.br/wp-content/uploads/2014/01/fratura-por-estresse-14-site-720x340.jpg

É crescente o número de corredores que estão migrando para as provas de meia maratona e depois para as maratonas. Pular das provas de 10km para distâncias maiores exige muita dedicação e treino. mas o excesso de treino e sobrecarga pode ocasionar lesões complexas.

A fratura por estresse é definida como um desgaste ósseo que ocorre em virtude de treinos errados com sobrecarga e exercícios repetitivos de grande intensidade. Acontece por repetição que ultrapassam a resistência máxima do tecido ósseo. O osso é recebe uma carga excessiva, que não está acostumado e não tem nem repouso e nem progressão da atividade. Com isso, inicia-se uma inflamação seguida de fratura das partes internas do osso com alterações fisiológicas que, se não forem tratadas, pode progredir para uma fratura completa. A fratura por estresse ocorre principalmente em ossos do fêmur, tíbia e pé, sendo os ossos calcâneo, navicular e metatarsos as estruturas do pé mais acometidas.

Não é a toa que a fratura por estresse vem crescendo no meio esportivo. Estima-se que nas corridas a fratura por estresse seja responsável por 10% das lesões dos corredores. As mulheres apresentam 10 vezes mais chances de desenvolver a fratura quando comparada aos homens.

Essas fraturas podem permanecer sem diagnóstico clínico, pois pode não haver nenhuma deformidade óbvia. O tratamento  é conservador, o atleta para de treinar e começa a fazer fisioterapia. Na fisioterapia, utiliza-se laser, ultra-som e correntes para analgesia, evoluí-se de acordo com o quadro sintomático do atleta. Passa-se a fortalecer a musculatura da perna, alongar e fazer o retorno gradativo ao esporte através dos exercícios de propriocepção e do gesto esportivo.

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.