Header Ads

5 exercícios que melhorarão a sua corrida






mulheres correndo aquecimento euatleta (Foto: Getty Images)

A corrida é um dos esportes mais praticados no Brasil e no mundo. Diversas pessoas iniciam a prática em busca de uma vida mais saudável e nunca mais param. Mas, no geral, corredores não gostam muito de musculação. Contudo, para não contrair alguma dor indesejável e se manter sempre em evolução você terá que conciliar os dois tipos de treinamento.

A melhora na corrida está diretamente ligada a um treinamento muscular bem elaborado que leva em consideração não somente as musculaturas envolvidas e o sistema energético, mas também o trabalho de prevenção de lesões.

O treinamento funcional nos proporciona justamente isso, pois, além de trabalhar os músculos, é dinâmico e mais específico. Mas é preciso, acima de tudo, levar em consideração que o foco do aluno é o mais importante. Então esse trabalho não visa transformar o corredor em um levantador de peso, mas sim capacitá-lo a ser um melhor esportista na categoria que pratica – a corrida.

Vamos falar um pouco dos tipos de trabalho que podemos utilizar para esse propósito.

1# Propriocepção

Os exercícios de propriocepção vão te ajudar a fortalecer as articulações do tornozelo, joelhos e quadril. Esse tipo de exercício tem caráter preventivo, por isso esqueça aqueles movimentos malucos em cima da bola, pois eles colocam você em risco e lhe oferecem menos benefício no trabalho de propriocepção e também trabalho resistido. Prefira realizar esses exercícios de maneira isolada.

2# Flexibilidade

Nesse trabalho nosso objetivo é manter a musculatura em seu tamanho ideal (sem estar encurtada) e fortificada para trabalharmos com uma boa postura. Podemos medir nossa flexibilidade através de vários testes (como flexitest e sentar e alcançar) e também através do próprio movimento de corrida. Passadas curtas, postura curvada, corrida na ponta do pés, são sinais de que é necessário melhorar a flexibilidade e a mobilidade das articulações. Com isso sua corrida será mais eficientemente.

3# Força

Para suportar as demandas físicas que o treinamento de corrida impõe ao nosso corpo é necessário a prática de exercícios resistidos com regularidade. Você não precisa – e nem deve – treinar como fisiculturista, mas é importante malhar de forma a compensar os problemas musculares. A musculação deve servir como suporte à sua rotina de corrida (independente da frequência com que você pratique esse exercício). Sugiro treinar musculação ao menos 2 vezes por semana (ou funcional/crossfit/pilates). Esses treinamentos devem trabalhar o corpo como um todo, mas você deve focar mais os membros inferiores, lombar e abdômen.

4# Core

Trabalhar a musculatura do core nos ajuda na transferência de energia, na economia de energia e na postura. A região do abdômen-lombar é de extrema importância para a corrida. É comum consideramos que o único trabalho possível para o abdômen são aqueles exercícios básicos que normalmente vimos nas academias (reto, oblíquo, infra). Mas é importante trabalhar também as questões de estabilização e postura, pois isso ajuda a manter a coluna estável e a suportar o impacto cumulativo que ocorre na corrida.

5# Educativos

Os exercícios educativos vão lhe ajudar a melhorar o gestual, tornando a corrida mais eficaz. Apesar de todos aprenderem a andar e a correr ainda quando crianças, com o passar dos anos esse gestual acaba por adquirir alguns hábitos incorretos. Para isso, os educativos de passada são fundamentais. Exercícios como andar de lado, de costas e saltitar, servem para ajudar nosso corpo a desenvolver um melhor padrão de movimento para a corrida.

Por Ricardo Wesley

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.