Header Ads

Exercícios Físicos ajudam a evitar a depressão pós-parto





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Exercícios Físicos ajudam a evitar a depressão pós-parto. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!



A depressão pós-parto é mais comum do que se imagina. No Brasil, são registrados mais de 2 milhões de casos por ano, e eles não ocorrem somente quando acontece algum problema no parto. Mesmo nas situações em que a criança nasceu saudável e toda a família está feliz com a chegada do novo membro, muitas mães sentem uma espécie de melancolia que não sabem explicar ao voltar para casa com o bebê.

Durante a gravidez e o pós-parto, as mulheres passam por uma série de períodos que causam mudanças psicológicas, estruturais e fisiológicas. A agitação dos hormônios sofridos durante essas etapas faz com que as mulheres sofram mudanças de humor e podem ter ansiedade, irritabilidade ou mesmo tristeza. Aqui é possível aparecer, uma vez que não ocorre em todas as mulheres, a depressão pós-parto.

Uma das formas de evitá-la é por meio da prática de exercício físico. Quando se pratica exercício regularmente, há uma melhora na resistência física, aumentos da força e flexibilidade muscular melhorada. Acrescentando a tudo isso o sentimento de bem-estar gerado pela prática de esporte ou exercício devido a liberação de endorfinas. Do mesmo modo, estar em forma influencia na autoconfiança, na capacidade de reação física e emocional e no fortalecimento do sistema imunológico.

Cabe destacar a importância de conhecer a situação em que alguém se encontra, visto que não serve qualquer tipo de exercício. Deve-se levar em consideração que o exercício físico, tenha sido ou não praticado antes da gravidez, precisa ajustar-se à nova situação e não colocar a mulher em risco. É importante entender que os resultados obtidos antes de engravidar não podem ser aplicados agora. Não se pode esperar alcançar os mesmos resultados físicos que quando não se estava grávida, uma vez que a resistência do corpo não é a mesma, muito menos o aspecto físico. É necessário adaptar o exercício à nova situação e avançar gradualmente.

Por conta do nascimento da criança, muitas mulheres param de se cuidar, os hábitos de vida mudam em função de o foco estar no bebê. Este é um momento chave para inserir a atividade física. O fortalecimento dos músculos abdominais é uma das mais importantes contribuições da atividade física no pós-parto. A falta de tônus muscular pode gerar inconvenientes como a diástase da parede abdominal (separação entre porções musculares) e a incontinência urinária.

Um dos receios entre as gestantes é a interferência do exercício físico na amamentação. A prática de atividade não prejudica a produção e nem a composição do leite. Basta que a mulher atente a consumir mais água do que o já é recomendado normalmente durante os exercícios.

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.