Header Ads

Exercícios de Liberação Miofascial para Corredores





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Exercícios de Liberação Miofascial para Corredores. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




A liberação miofascial é uma técnica que trabalha diretamente com a fáscia, mas o que é fáscia? As fáscias são membranas pertencentes ao chamado tecido conjuntivo que recobre toda a musculatura do nosso corpo e auxiliam na movimentação destes. Quando as fáscias sofrem algum tipo de lesão, elas passam a atrapalhar ou até impedir por completo o trabalho da musculatura associada a ela.

O resultado são dores e dificuldades de movimento que podem se agravar e tornarem-se problemas maiores ou crônicos. E essa técnica de liberação atua para impedir esse bloqueio das fáscias, permitindo que a musculatura continue o seu trabalho normalmente.

Como percorre o corpo todo e está relacionada aos movimentos, a fáscia pode sofrer alterações devido a uma série de fatores: treinos muito intensos, prática esportiva não supervisionada, maus hábitos posturais, padrão de movimento incorreto. Outras causas como estresse e desgastes emocionais também podem afetar a fáscia e causar dor.

O corpo reage a estas alterações formando nódulos, que são chamados de pontos gatilhos (trigger points). Eles acumulam toxinas e prejudicam o bom funcionamento do sistema musculoesquelético. Também alteram a coordenação, a flexibilidade e a força muscular.

A partir daí o ciclo "desgaste – formação de nódulos – dificuldade de movimento- desgaste", vai culminar no aparecimento de lesões, prejudicando o rendimento físico e a qualidade de vida.

Quando tensionado, o tecido fascial perde o alinhamento com as fibras musculares causando a tal rigidez. Além de relaxar, a técnica aumenta a circulação sanguínea naquela musculatura, facilitando a oxigenação e circulação de nutrientes nas células, beneficiando a regeneração pós treino das fibras musculares.

Há aspectos físicos que impactam diretamente o rendimento dos atletas e não tem nada a ver com falta de treinamento. É a dor e a rigidez muscular. Maus hábitos posturais, estresse, tensões crônicas, treinos intensos, má postura durante a execução do esporte e até mesmo fraqueza muscular podem ser a origem destes alertas do corpo – e ignorar esses sinais pode te tirar das pistas por umas boas semanas. Como prevenção de dores e também no tratamento fisioterapêutico para recuperar a mobilidade e aliviar desconfortos, a liberação miofascial tem sido cada vez mais usada por atletas e treinadores.

Veja abaixo exercícios para ajudar os corredores a fazer uma boa liberação miofascial




Se você quiser saber mais sobre Liberação Miofascial, vou te indicar um curso da Cefisa excelente para você. Clique aqui e saiba mais! 

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.