Novas
Loading...

É saudável manter a barriga sarada na gestação?




Nutricionista Gabriela Zugliani, grávida de oito meses, chama atenção por exibir barriga trincada (Foto: Reprodução Instragram)

Um debate tem esquentado as redes sociais depois que a nutricionista Gabriela Zugliani, grávida de oito meses, começou a postar fotos em que mostra a barriga trincada.

Polêmicas à parte, a mulher pode manter o exercício físico que já estava habituada a praticar antes de engravidar, desde que tenha o aval do obstetra. Cada caso é único. O exercício bem controlado, realizado por uma gestante já bem condicionada e saudável, geralmente não oferece riscos nem à mulher e nem ao bebê. Em alguns casos, precisamos ficar atentos apenas ao peso que ela carrega durante a atividade.

Mas e a barriga trincada? Como pode?  Há casos de mulheres que já tinham o abdome bem definido antes de engravidar e, ao descobrirem que esperam um bebê, continuam a praticar atividade física, o que é normal. A barriga, nessas situações, permanece trincada com o avançar da gestação porque são mulheres que não aumentaram o percentual de gordura corporal. Dessa maneira, o tônus muscular do abdome tende a permanecer definido mesmo com a barriga crescendo", frisa Joana, que optou pelo pilates na gravidez, mesmo sendo adepta da musculação há anos (saiba aqui por quê).

Na maioria dos casos, não se recomenda na gestação alguns tipos de exercícios, como os agachamentos completos, que podem prejudicar as articulações e ainda favorecer contrações da região abdominal e pélvica.

A   nutricionista Gabriela Zugliani já possuía um estilo de vida que incluía exercícios físicos. O abdome não foi definido durante a gestação. Grávidas sedentárias ou que possuem uma rotina menos intensa de exercícios não toleram as mesmas cargas e atividades do que aquelas gestantes que estão habituadas a isso antes da gestação. Elas não terão fôlego suficiente para a demanda. Além disso, vai chegar um momento que o volume abdominal vai crescer, e a gestante não vai mais conseguir fazer abdominais

Vale informar sobre os vários benefícios da atividade física na gravidez. Entre eles, o controle do peso, a redução da dor lombar e do risco de desenvolvimento da hipertensão e da diabetes gestacional. O fundamental é que a prática seja acompanhada por um profissional de educação física, que deve estar sempre em sintonia com o obstetra.

Durante as consultas do pré-natal e a realização do ultrassom, o médico pode avaliar a saúde da gestante e do bebê e, no caso de qualquer contratempo, pode indicar (ou não) a suspensão do exercício físico.

Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário