Novas
Loading...

11 respostas para escolher sua bicicleta ergométrica




http://www.bolsademulher.com/sites/www.bolsademulher.com/files/styles/big-featured/public/dieta/diferenca-spinning-ergometrica.jpg?itok=YV3stNLi

Na academia, elas ficam lado a lado e pinta a dúvida na hora de escolher: chamados de horizontal e vertical, os dois modelos de bikes ergométricas são alternativas para perder peso e definir os músculos das pernas e do bumbum. Mas, de acordo com o estímulo produzido, os resultados mudam bastante.
Veja quais são as vantagens de cada modelo e aproveita o melhor deles para entrar em forma.
Quando as costas ficam apoiadas, que músculos são mais solicitados?
As bikes que promovem maior estabilidade da coluna e dos músculos costais são chamadas bikes horizontais. Elas dão maior segurança para quem possui problemas de coluna e ainda concentram os movimentos nos membros inferiores, ou seja, no quadríceps, no bíceps femoral (posterior da coxa), na panturrilha e nos glúteos.

Qual modelo protege mais os joelhos?
Os dois tipos não costumam causar danos aos joelhos, principalmente se o usuário pedalar com a sobrecarga mínima e não exagerar na dose diária de treinamento. O que promove lesões são as limitações e patologias pré-existentes ou o chamado "pedalar no vazio", que ocorre quando o aluno pedala sem implementar nenhuma carga existente no aparelho.

O modelo horizontal cansa mais?
O que vai cansar mais ou menos é principalmente a intensidade do exercício, independente do aparelho. Entretanto, a gravidade atua diretamente na execução e dificulta um pouco mais o exercício realizado na bike horizontal. Já na bike vertical a ação da gravidade auxilia a descida do movimento de pedalar, porém dificulta de forma inversamente proporcional no momento de retorno.

Qual a melhor forma de pedalar para aumentar o rendimento?
O aluno deve estender e flexionar a perna com a mesma intensidade e utilizando a própria força para alcançar mais resultados. O principal erro é só fazer força para estender a perna e usar a flexão como recuperação para o movimento inicial. 
Bicicleta - Foto: Getty Images
A postura é favorecida em qual das duas bicicletas?
Na bike horizontal a postura é favorecida, principalmente no que tange a coluna. Entretanto em qualquer bike, para manter uma postura adequada, é preciso ajustar a posição entre pedais, selim (banco) e guidão. Na posição ideal, os joelhos nunca são completamente esticados e a coluna permanece com uma leve inclinação para a frente, sem forçar a lombar.

O gasto calórico é equivalente nas duas bikes?
O gasto calórico depende diretamente do metabolismo de cada pessoa, associado à intensidade do exercício e ao volume de treino. Para queimar mais calorias, o ideal é prestar atenção no conforto: os objetivos são atingidos mais rapidamente quando você prolonga o treino.

Qual das duas é melhor para o trabalho de glúteos?
Devido à instabilidade natural da bike vertical, por não haver apoio nas costas, o trabalho de glúteos é beneficiado neste tipo de aparelho. Mas as duas opções trabalham esses músculos.

A variação de programas é a mesma nas duas?
Com relação aos programas, existem variações nos aparelhos. Mas elas têm funções de programação iguais ou bem parecidas. É importante ressaltar que bikes ergométricas não são feitas para se pedalar em pé, nem as verticais, nem as horizontais. Para este objetivo existem as bikes estacionárias conhecidas como "bikes de Spinning" ou "Bike indoor", que vemos nas academias de ginástica.

Para ter em casa, qual das duas é melhor?
Aconselhar comprar aparelhos para usar em casa é complicado, pois a maioria deles tende a virar um cabide de luxo para pendurar bolsas e roupas. Além disso, o acompanhamento do profissional de educação física é fundamental, pois existem pessoas que têm algumas restrições de coluna ou de joelho, por exemplo.
Na academia, elas ficam lado a lado e pinta a dúvida na hora de escolher: chamados de horizontal e vertical, os dois modelos de bikes ergométricas são alternativas para perder peso e definir os músculos das pernas e do bumbum. Mas, de acordo com o estímulo produzido, os resultados mudam bastante. Quem treina na academia deve alternar o uso de um e outro aparelho? Não há necessidade de ficar trocando de um tipo para outro de bike, salvo alguma recomendação específica, que pode variar de caso pra caso. Isso pode ocorrer por fator motivacional, treinos intervalados ou até mesmo por restrições.

Como dificultar o treino em cada um dos aparelhos?
Para dificultar o treino, é importante trabalhar com três variáveis: Velocidade X Intensidade (sobrecarga) X volume (tempo do treino) e com treinos intervalados.

Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário