Header Ads

Músculos que atuam na cintura escapular







http://3.bp.blogspot.com/-pUmB9baqczQ/UZ8wmWvvAnI/AAAAAAAAAuQ/7X8mtlncfDA/s1600/cintura+escapular+musculos.jpg

Listaremos abaixo alguns músculos que atuam na cintura escapular, que fixando-a, quer movendo-a:

Músculo

Ação

Trapézio ( porção superior )

Levanta a escápula e auxilia na sustentação da abdução do ombro com o indivíduo em prono

Trapézio ( porção inferior )

Roda superiormente, aduz e estabiliza a escápula

Rombóide Maior

Aduz, estabiliza e roda inferiormente a escápula. Também eleva a escápula.

Rombóide Menor

Idem acima

Levantador da escápula

Eleva a escápula

Peitoral Menor

Abaixa a escápula

Serrátil Anterior

Estabiliza, aduz e roda a escápula para cima

Subclávio

Estabiliza e abaixa a cintura escapular

Peitoral Maior

Flexiona, aduz e roda medialmente o braço

Grande Dorsal

Estende, aduz e roda medialmente o braço

Deltóide

Aduz o braço atuando como um só músculo. Cada uma de suas porções têm ações particulares

Deltóide – fibras anteriores

Flexionam e rodam medialmente o braço

Deltóide – fibras posteriores

Estendem e rodam lateralmente o braço

Supra – espinhal

Abduz o braço

Infra – espinhal

Roda lateralmente o braço

Subescapular

Roda medialmente o braço

Redondo Maior

Aduz, estende e roda medialmente o braço

Redondo Menor

Roda lateralmente e estende o braço

Coracobraquial

Flexiona a aduz o braço

Tríceps

Estende o braço

Bíceps

Flexiona o braço

Mobilidade da Cintura escapular

As articulações da cintura escapular são muito instáveis o que permite um amplo movimento os quais podemos citar: Flexão; Extensão; Abdução; Adução; Rotação Interna e Externa; Abdução horizontal e Adução Horizontal.

Ritmo escápulo – umeral

Este é um ponto muito importante no estudo da cintura escapular e ombro, já que este ritmo escápulo – umeral está diretamente relacionado com as amplitudes de flexão a abdução do ombro.

Como já mencionamos anteriormente, estes movimentos possuem a amplitude de 180o de ADM e, devemos ressaltar que a articulação glenoumeral por si só não permitiria esta amplitude tão elevada, sendo clara a necessidade de mobilização da escápula para estes movimentos serem executados.

Muitos estudos demonstraram que o sincronismo entre a cintura escapular e a articulação do ombro é muito fino e preciso, permitindo a realização destes movimentos. A este sincronismo atribuiu – se o nome "ritmo escapulo – umeral".

O ritmo escapulo – umeral consiste em uma variação de 2:1, ou seja, para cada 3 graus de flexão ou abdução de ombro que um indivíduo realiza, 2 graus são da articulação glenoumeral e 1 a rotação da escápula.


Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.