Header Ads

Liberação Fascial ajuda na Hipertofia





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Liberação Fascial ajuda na Hipertofia. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!



A liberação miofascial traz alívio de dores (crônicas, tensionais, pós treino, patológicas, etc.), relaxamento muscular, maior mobilidade articular, mais liberdade na execução dos movimentos, melhora na capacidade de contração muscular. Além disso, temos ainda a melhora na disposição, mais flexibilidade, elasticidade e agilidade, prevenção de lesões e doenças musculares crônicas, melhor desempenho na hipertrofia, definição muscular e emagrecimento.

Para atletas, temos  melhora de rendimento, maior facilidade na nutrição muscular, acelerando a remoção de metabólitos, melhora da propriocepção e consciência corporal.

Ela pode ser indicada tanto no pré quanto no pós treino, cada um para uma finalidade diferente. No pré treino é mais usada para diminuir a fadiga muscular, melhorar a flexibilidade e execução dos exercícios, e no pós treino, para redução da dor muscular e relaxamento.

Como isso acontece? O tecido conjuntivo que envolve os músculos são bem duros e abraçam as fibras musculares fortemente, dependendo do corpo Isso pode comprimir a expansão e o crescimento das fibras musculares. Para ocorrer à hipertrofia muscular, a fáscia (tecido que envolve seu corpo) precisa estar alongada e maleável para deixar as fibras musculares se expandirem, o que não acontecerá por conta de encurtamentos e tensões.

Estudos comprovam que o tempo recomendado é de 5 minutos de auto liberação miofascial para diminuir a densidade do músculo, o modo como o músculo responde aos estímulos aumentando a densidade do tecido conjuntivo. Sempre a liberação é seguida de alongamentos estáticos e por fim aquecimento dinâmico. A partir disso aplicamos a preparação para o movimento e a execução do exercício propriamente dita. Esse processo não tem tempo determinante uma vez que a tensão muscular pode estar sendo ocasionada por insegurança após trauma causado por algum acidente.

A liberação pode ser feita por um profissional, ou por você mesmo. Se for realizada por um profissional, é possível utilizar-se da forma manual, por meio da manipulação dos tecidos utilizando diferentes direções de deslizamento, apoios e pressões, de acordo com a necessidade e os relatos do paciente.

O terapeuta também pode fazer uso de um rolo específico para a liberação, e da mesma forma que a manual, dosar a intensidade e a pressão que é exercida.

Já se você for realizar a auto-liberação miofascial, existem alguns equipamentos específicos que proporcionam a liberação, enquanto você usa seu peso corporal no lugar da pressão manual terapêutica: Stick (bastão), foam rollers (rolo de espuma), bolas de tênis e soft ball. Neste caso, você irá rolar a parte do corpo dolorosa, por exemplo a coluna lombar, em cima de um desses equipamentos citados; se for utilizar as bolas, é mais confortável que seja feito de pé, contra a parede, guiando a bola.

Antes de terminar esse texto, você precisa conheceresse curso COMPLETO sobre Liberação Miofascial Instrumental (IASTM) e de Ventosaterapia mas você também vai receber de bônus o conteúdo COMPLETO de Pontos Gatilhos. Saiba mais clicando aqui

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.