Header Ads

Importância da Fisiologia para o Treinamento Funcional








O treinamento funcional é um método de treinamento relativamente novo na esfera da preparação física. Ele embasado por princípios científicos procura desenvolver movimentos e não apenas cadeias musculares.

Através de movimentações multiplanares (variadas direções) e multiarticulares com ação preponderante da propriocepção (órgãos existentes na musculatura, articulações, tendões e ligamentos que permitem ao Sistema Nervoso Central verificar informações sobre postura e equilíbrio) permitem este tipo de treinamento buscar seu enfoque. Ele é composto por movimentos que podem ser divididos em duas classes que são chamadas de: cadeia fechada e cadeia aberta.

Os exercícios de cadeia fechada são aqueles que visam trabalhar músculos estabilizadores primários, pois envolve maior número de articulações devido às extremidades (geralmente pés e mãos) estarem fixas, exigindo apenas uma considerável resistência, favorecendo maior aplicação de força, quase sempre este são realizados nos aparelhos das academias. Já os exercícios de cadeia aberta por não terem as extremidades fixas, favorecem os trabalhos de equilíbrio e postura, além da flexibilidade e ganhos de mobilidade de articulações e ligamentos.

A preparação física e a metodologia do treinamento possuem diversos princípios biológicos que norteiam seus objetivos e meios a serem aplicados. Entre um dos mais importantes está o princípio biológico da especificidade, que diz que quanto maior a proximidade da realidade da ação ou atividade ao movimento exigido mais ganhos terá o atleta ou aluno. Este princípio dá a este treinamento a base de todo seu desenvolvimento, possibilitando ganhos de valências e ações motoras através de transferências positivas entre as várias movimentações presentes.

Neste tipo de treinamento podemos desenvolver ao máximo todas as valências ou capacidades físicas de forma abrangente e global, podendo em um único movimento ou exercício realizar o estímulo de duas ou mais capacidades que procuramos naquele momento desenvolver. Podemos usar como exemplo a realização de um agachamento sobre um disco de propriocepção. Se desenvolvêssemos o trabalho convencional de agachamento, realizaríamos ele de forma livre ou na barra guiada e trabalharíamos de forma predominante a valência força. Já com a aplicação do treinamento funcional, no caso da propriocepção podemos além da força trabalhar equilíbrio, músculos mais internos que não seriam desenvolvidos, além de favorecer ganhos de flexibilidade de tornozelos e joelhos.

Antes que pensar em como montar o treinamento ideal para o seu aluno, ou buscar as diferenças entre realizar diferentes tipos de treinamento aeróbio, precisamos entender a fundo como o corpo funciona. Não é possível periodizar um treinamento de corrida, visando um objetivo, se não entendermos sobre as rotas metabólicas.

Não temos como pensar em força muscular se não conhecemos as estruturas e como ocorre as diferentes adaptações nos músculos. Um dos primeiros princípios que regem nosso corpo e é essencial para o entendimento do seu funcionamento é a Lei do menor Esforço. Ou seja, nosso corpo busca sempre realizar alguma tarefa da forma mais econômica possível.

Nosso corpo é composto por muitos sistemas diferentes que se unem durante a realização de exercícios. Precisamos estudar as características e limitação de cada sistema para poder prescrever os exercícios de forma correta.

Além disso, sabendo os parâmetros que indicam a capacidade de cada sistema podemos então criar uma relação com os sistemas de produção de energia e entender de onde vem os números de repetições, intervalos e séries que devemos escolher para nossos alunos.

DICA BOA PARA PROFISSIONAIS:

Curso dedicado a abordar temas da Fisiologia do Exercício de forma simples e direta, correlacionando a teoria com a prática do cotidiano do Prof. Educação Física. Clique aqui


Você não pode perder:

Entre nos grupos de WHATSAPP
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.