Novas
Loading...

Benefícios de uma boa musculatura abdominal






Os músculos abdominais representam grande importância na estabilização da zona lombar e no controlo do posicionamento do tronco no espaço

A musculatura abdominal é responsável por diversas outras regiões do corpo, fazendo com que o corpo mantenha-se estável e auxilie no treinamento destas outras partes. O abdomen é responsável por manter a coluna vertebral ereta, sendo o principal auxiliador da musculatura dorsal para o feito, sendo que ela sozinha não seria capaz de fazê-lo.
Alguns benefícios de uma boa musculatura abdominal:
Equilíbrio postural: A região abdominal detém um importante papel no equilíbrio postural da coluna, essencialmente na região lombar. Uma musculatura abdominal forte será capaz de equilibrar ou compensar uma híper-lordose lombar, por exemplo.
Sustentação visceral: A capacidade do ser humano de se manter em pé aumenta a pressão intra-abdominal logo é fundamental ter uma boa parede abdominal.
Eficiência respiratória: Durante o processo respiratório, principalmente na fase de expiração (quando ela é forçada), a influência de uma boa musculatura abdominal pode aumentar a eficiência respiratória.
Eficiência no processo digestivo: Uma musculatura abdominal forte e de boa tonicidade facilitará a fase de defecação no processo digestivo.
Prevenção contra as diástases: Há uma teoria que se baseia na veracidade de que músculos abdominais trabalhados ou fortes impediriam o aparecimento de diástases em gestantes.
Prevenção contra traumatismos (baço e fígado): Em desportos de contato, como as artes marciais, na qual, pancadas na região do tórax e abdominal são comuns, a musculatura abdominal trabalhada atuaria como uma cinta protetora para as vísceras, evitando a ruptura do baço e do fígado.
Proteção e prevenção ao aparecimento de hérnias: Na região abdominal, mais especificamente na linha alba (aponeurose que divide o reto abdominal em direito e esquerdo), e na cicatriz umbilical, é o local onde ocorre a maior incidência de hérnias. Portanto, presume-se que um músculo abdominal, cujo tônus seja elevado, dificilmente permitiria à sua aponeurose um afastamento.
Melhoria estética: Este é talvez o fator mais importante para a grande atenção dispensada nos exercícios abdominais nos programas de treino, embora atrás desse fator venham outros bastante benéficos para a saúde.
Para ter um abdominal definido, é preciso ter uma percentagem de gordura corporal mais ou menos abaixo dos 12%.
Para que você consiga obter um resultado efetivo para seu treinamento abdominal, é necessário bastante disciplina, pois além da alimentação bastante saudável, também é necessário um treino adequado, onde todas as regiões sejam treinadas, as quais são elas: superior, lateral e inferior.
O curso Treinamento Abdominal  oferece ao profissional de Educação Física conhecimentos sobre anatomia e cinesiologia, fisiologia do exercício, prescrição de treino para a região abdominal e muito mais.

Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário