Novas
Loading...

Atividade física e problemas respiratórios: é preciso ter cuidado!






​A prática de exercícios físicos pode melhorar a qualidade de vida das pessoas que têm problemas respiratórios. Saber escolher o esporte certo é essencial, mas fazer uma preparação especial para pessoas com doenças respiratórias antes de cada treino vai garantir um melhor desempenho durante o exercício. Um aquecimento adequado e um alongamento bem feito, o corpo pode ter uma reação imediata de rejeição ao exercício, causando lesões e dificuldades. Essa preparação é ainda mais bem-vinda para pessoas com problemas respiratórios.

Acesse o blog Esporte Com Saúde

Muitas vezes, quem sofre com doenças crônicas como bronquite, asma, rinite ou qualquer outro tipo de inflamação nas vias respiratórias, tem limitações fisiológicas e acaba se afastando das atividades físicas, o que é um erro. quando o corpo de uma pessoa que tem doenças pulmonares crônicas se acostuma com a carga de exercício, ele passa a utilizar melhor o oxigênio e a respirar com mais facilidade.

Porém, nem tudo são flores e emergências podem (não quer dizer que vão) acontecer.

Durante o treino, sintomas como dores no peito, enjoo, fraqueza e queda brusca de pressão são sinais de que a pessoa deve parar imediatamente. Geralmente, esse tipo de problema ocorre por falta de acompanhamento de um profissional.

As pessoas com problemas respiratórios só devem praticar aqueles exercícios indicados por seu pneumologista ou por seu treinador. Esses profissionais sabem qual é o limite fisiológico de cada um.

Atividades física trazem benefícios no controle da obesidade, colesterol, diabetes e da hipertensão. Esses benefícios  não devem ser ignorados e é fácil de adaptar para cada situação. Consulte um profissional responsável e pratique exercícios com segurança!

Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário