Header Ads

Importância de uma boa flexibilidade em Idosos





Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Importância de uma boa flexibilidade em Idosos. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




A flexibilidade pode ser definida como a capacidade de movimentar as diferentes partes do corpo através de uma grande amplitude de movimentos. Não existe uma medida geral da flexibilidade como um todo, ela é específica a cada articulação. Assim, as limitações impostas à amplitude de movimentos, em determinadas articulações, tem sido associada com incapacidade e desconforto em idosos, podendo repercutir no baixo desempenho nas atividades da vida diária. O nível de atividade física e padrões de movimentos habituais parecem ser fatores preponderantes na determinação da flexibilidade.

A extensão dos movimentos das articulações está relacionada a fatores morfológicos como músculos, ossos, estruturas e funções do tecido conjuntivo. À medida que o indivíduo avança na idade adulta, ocorrem alterações mecânicas e bioquímicas na cartilagem, ligamentos e tendões das articulações, que consistem predominantemente de colágeno, tecido conjuntivo não elástico, alterações estas que poderiam repercutir em alterações na extensão dos movimentos de determinadas articulações.

Portanto, a flexibilidade é a capacidade física responsável pela execução voluntária de um movimento de amplitude angular máxima, por uma articulação ou conjunto de articulações, dentro dos limites morfológicos, sem o risco de provocar lesões.

A flexibilidade também é um importante componente da aptidão física, e desperta interesse das áreas da saúde e esportiva. Pessoas com boa flexibilidade realizam atividades esportivas com maior eficiência, bem como executam as atividades do cotidiano com maior facilidade.

Condições mínimas de amplitude nos movimentos são necessárias para boa qualidade de vida e, geralmente, a flexibilidade mantém correlação direta com a idade fisiológica das pessoas. Com o envelhecimento a flexibilidade tende a diminuir significativamente em virtude de vários fatores biológicos e sua diminuição poderia ser acentuada também pela inatividade do indivíduo.

No Mundo e principalmente no Brasil a taxa de crescimento de pessoas com idade acima dos 60 anos vem aumentando e, cada vez mais , este público necessita de profissionais ou acompanhantes que mostre a eles, exercícios práticos para uma vida mais saudável.  O E-book Exercícios de Alongamento para Idosos serve como Guia de Técnicas Simples de Alongamento para manter a Flexibilidade e a Estabilidade dos Idosos. Saiba mais clicando aqui!

Você não pode perder:

Kettlebell, Macebell e Clubbell - Treinamento Funcional em Alto Nível
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Educação Física em casa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.