Header Ads

Fisiologia e Benefícios do Alongamento








A flexibilidade permite que o corpo realize movimentos conforme as necessidades do ambiente onde o indivíduo vive. Todo corpo necessita de flexibilidade e uma boa mobilidade para que possam ser realizadas desde as atividades mais instintivas, as atividades diárias e atividades físicas, para que o corpo se mantenha em constante atividade devido à necessidade de movimentação.
As principais modalidades de alongamento, que visam o aumento da extensibilidade dos tecidos moles de forma geral incluem o alongamento estático, alongamento balístico e o alongamento por facilitação neuromuscular proprioceptiva. Ambos fazem com que a mobilidade músculo-articular permaneça preservada e quando executada não apresente nenhuma restrição ou algia. Dentre as classificações, encontram-se diversas técnicas e estudos que promovem esses objetivos, sendo muito utilizados por fisioterapeutas e educadores físicos.

Considera-se encurtamento muscular quando a extensão do sarcômero da fibra muscular se torna muito pequeno quando relacionado ao comprimento ótimo, diminuindo de forma drástica a capacidade de gerar tensão máxima. Por isso a força que se gera na contração muscular dependerá da quantidade de filamentos de actina e miosina no interior do sarcômero. Dentre os efeitos do alongamento, podem ser observados resultados mais imediatos (considerados agudos) onde ocorre um aumento da flexibilização dos componentes elásticos na unidade músculo-tendínea, alívio da tensão muscular imediato pós atividade física; já os efeitos tardios (considerados crônicos) podem ser observados como o remodelamento da estrutura muscular adaptativa, ocorrendo o aumento do número dos sarcômeros em série, resultando no aumento do comprimento muscular, onde permanecem por períodos determinados quando não ocorre a interrupção das atividades físicas.

Devido ao grande benefício que o alongamento proporciona, podemos citar aspectos como a estimulação e a renovação do colágeno na estrutura, fazendo com que a mesma possa suportar maior estresse; diminuição direta da tensão muscular através de alterações viscoelásticas passivas ou mesmo a diminuição indireta por inibição reflexa na alteração viscoelástica decorrente da redução de pontes cruzadas entre actina e a miosina, resultando no aumento da amplitude de movimento.

São inúmeros os benefícios do alongamento, tanto para os atletas como para os sedentários, desde que seja feito corretamente e de preferência com a supervisão de um profissional da área. Suas vantagens são:
  • Proporciona o bem estar físico e mental do praticante;
  • Estimula o desenvolvimento da percepção do próprio corpo;
  • Reduz a probabilidade de desenvolver lesões musculares;
  • Restringe os riscos de disfunções da coluna;
  • Melhora a postura;
  • Diminui a tensão muscular;
  • Ameniza cólicas menstruais em atletas;
  • Suaviza a irritabilidade muscular;
  • Estimula o cérebro a liberar a serotonina, o hormônio do bem estar;
  • Diminui a incidência de cãibras.
Alongar o corpo também trará benefícios aos órgãos internos, pois essa prática massageia os rins, fígado, intestino e pâncreas. Além disso, estimula a circulação do sangue e dos nutrientes no organismo. Porém, o hábito de alongar-se tem que ser constante e adequado para desfrutar dos benefícios citados.



Você não pode perder:

Entre nos grupos de WHATSAPP
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.