Header Ads

Seu corpo fica mais inteligente com o treinamento funcional







Mulher alongando e praticando Yoga

Praticantes do treinamento funcional podem trazer para o seu cotidiano as atividades exercidas, a fim de evitar problemas causados pela má postura

 Assim como aconteceu com o Pilates e a Yoga, em pouco tempo o treinamento funcional conquistou muitos adeptos pelo país com seus movimentos próximos daqueles que costumamos usar no dia a dia e focados em ações fundamentais, como empurrar, puxar, agachar, girar, entre outros.

A ideia desse método, criado pelo americano Gray Cook, é que os movimentos realizados pelo corpo sejam corretos, evitando o desequilíbrio e a redução de agilidade. Dessa forma os praticantes do treinamento funcional podem trazer para o seu cotidiano as atividades exercidas, a fim de evitar problemas causados pela má postura. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 85% da população mundial sofre de dores na coluna devido à postura inadequada, problemas congênitos, artrose ou osteoporose. Além da correção postural e a tonificação muscular, o treinamento funcional implica numa maior complexidade do movimento, fazendo com que o organismo gaste mais energia.

Indicado para todas as pessoas, esse método abrange desde a regeneração até o desenvolvimento atlético, que colaboram para aumentar a eficiência na hora de realizar as tarefas. "O treinamento funcional desenvolve os músculos não somente para torná-los mais fortes, mas também mais eficientes", explica Renata Mello, coordenadora de atividade física do Centro de Bem-Estar e Fisioterapia Levitas.

Segundo a profissional, em cada tarefa e exercício executado trabalham-se simultaneamente diferentes grupos musculares, o que torna o nosso corpo "inteligente", já que ele repassa o resultado obtido no treino para qualquer atividade do nosso dia a dia.

O treinamento funcional também é responsável por outras contribuições, "Os movimentos estimulam a sinergia entre os músculos, que por ativar o sistema nervoso central, queimam mais calorias e aumentam a coordenação motora e a agilidade", afirma Renata. A profissional acrescenta, "além do treinamento de força e potência, os exercícios funcionais aprimoram de forma conjunta a velocidade e flexibilidade". A coordenadora ainda lembra que todos os exercícios realizados pelo treinamento funcional recrutam a musculatura estabilizadora do tronco, a região central do corpo, tornando o abdômen muito mais forte e definido.

De acordo com Renata, treinando regularmente de 3 a 4 vezes por semana é possível obter um resultado significativo em um mês, "Além de o treino ser dinâmico e divertido", finaliza.

Fonte: Revista Exame


Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.