Header Ads

A união de Pilates e Treinamento Funcional








É comum um aluno chegar num studio para ter atividade física mais personalizada e ter dúvidas sobre qual o melhor método: o pilates ou o treinamento funcional.

Há quem defenda o Pilates, há quem defenda o Treinamento mas o objetivo do aluno é muito importante para definir qual o método será usado. Mas e se usarmos os dois?

Abaixo, vou explicar o que é cada um e explicar porque os dois podem ser usados juntos.
Pilates
Esse método de treino está baseado na respiração e postura correta da coluna. Par isso trabalha-se para fortalecer os músculos da tronco e abdome. É uma ótima opção para quem já está no peso ideal e busca tonificar os músculos e manter o corpo em seu melhor estado de saúde. O treino, apesar de ser muito assertivo para o tônus muscular, não é eficaz para quem deseja ganhar massa, ficar mais forte e "bombar" os músculos. O Pilates é uma modalidade para ser praticada a longo prazo para manutenção da saúde, definição de braços, pernas, abdome e glúteo. Se combinado com exercício de Cardio, que ajudam na resistência física e elevam a frequência cardíaca, o Pilates se torna uma modalidade completa. Seu principal diferencial é a flexibilidade e capacidade de treinar o corpo inteiro durante as sessões.
Treinamento Funcional: Indicado para quem deseja emagrecer. O exercício é uma cópia daquilo que o corpo faz em situações cotidianas. O segredo do treinamento funcional é, no mesmo movimento, ativar o maior número de músculos do corpo, levando a pessoa a gastar mais energia e calorias durante o processo. O principal objetivo é trazer de volta a funcionalidade do corpo que vai sendo perdida à medida que ficamos sedentários. A base do exercício é empurrar, puxar, agachar, levantar, pular, além de trabalhar equilíbrio, força e agilidade. São ações cotidianas que nos ajudam a manter o corpo ativo e longe do sedentarismo. Outra vantagem é o ganho de massa muscular similar ao da musculação e a quebra de rotina parecida com o Cross Fit. Apesar das inúmeras vantagens e da praticidade de colocar o corpo em movimento em qualquer lugar sem o auxílio de parelhos complexos, o treinamento funcional precisa ser acompanhado por um educador físico para evitar lesões.
Combinar Pilates e Treinamento Funcional
Unir as duas atividades é o melhor cenário para manter o corpo em dia com a saúde. Ao associar os dois exercícios é possível conquistar os melhores benefícios além de tornar as aulas sempre dinâmicas e nada repetitivas. Outra vantagem é a personalização completa do treino sempre focado nos resultados que o aluno deseja alcançar.
O profissional que utiliza o Pilates e Treinamento Funcional juntos potencializa o resultado do seu aluno.  Se ainda não sabe bem como trabalhar os dois juntos, você precisa conhecer o Curso MIT - Movimento Inteligente. É treinamento funcional, pilates e terapia manual juntos. Utilize o melhor de cada técnica de forma inteligente para gerar resultados extraordinários. Clique aqui e saiba mais.


Você não pode perder:

Entre nos grupos de WHATSAPP
Planos de aulas e atividades para Educação Física Escolar
Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino

Tecnologia do Blogger.