Header Ads

Alta Intensidade x Baixa Intensidade no Treino Cardio







O treino de Cardio é uma excelente opção para quem procura perder peso, reduzir o stress, controlar a diabetes e reduzir o risco de doenças cardíacas. Mas os benefícios do treino cardiovascular não ficam por aqui!

Já sabemos que a mudança de intensidade deve ser progressiva, para que haja tempo suficiente para o corpo ativar os mecanismos que irão suprir a demanda energética que está sendo exigida. Embora os exercícios de alta intensidade estejam na moda, os exercícios de baixa e moderada intensidade ainda possuem seu grande valor. Isso porque os exercícios de alta intensidade exigem um preparo e condicionamento mínimo para serem realizados de forma correta.

Há uma grande variedade de exercícios de cardio, mas, em geral, todos eles caem em uma das três categorias. Provavelmente, o mais conhecido é, o treinamento aeróbico lento e estável, que inclui atividades como caminhada rápida, corrida, ciclismo e remo.

Na extremidade oposta do espectro estão os exercícios anaeróbicos, que consistem em piques intensos e curtos de energia. Sprints e treinamento intercalado de alta intesidade – piques curtos e alternados e repetidos de energia em baixa intensidade – se enquadram nesta categoria.

Para aqueles que não têm a necessidade de construir resistência ou velocidade – e aqueles que simplesmente se preocupam com a boa aparência, de baixa intensidade, o treinamento cardio estável é uma boa opção.

Por exemplo, os fisiculturistas que se preparam para uma competição ou modelos que afinam seus corpos para uma sessão de fotos podem estar interessados em perder gordura corporal. Para eles, a caminhada ou a bicicleta seria um treino cardiovascular adequado, que lhes permite queimar calorias sem drenar a energia que eles precisam para obter o máximo proveito de seus exercícios de fortalecimento muscular.

Uma maneira de melhorar a recuperação ao levantar pesos 3 ou 4 vezes por semana é com atividade leve entre os treinos. Mas é importante manter a calma durante as sessões, não tratá-las como seus intensos exercícios de treinamento de peso. Lembre-se: o descanso é uma coisa boa.

Se seu aluno é sedentário, nunca treinou ou está há muitos anos sem treinar, cuidado! Não vá com muita sede ao pote. Mostre primeiro a importância de ele manter sua integridade física, forneça a base necessária antes de prescrever o treino de alta intensidade.

O treino de moderada intensidade além de ser uma base e um preparo inicial para os aspirantes à prática de exercício físico, também proporciona as mesmas adaptações cardiovasculares citadas no começo deste guia, algumas em maior ou menor espectro, mas estarão todas lá.

A diferença é a proporção e magnitude dessas adaptações, uma vez que treinos menos intensos devem ser prescritos em um volume maior para obterem-se ganhos semelhantes aos treinos de alta intensidade. O que não é ruim para o aluno iniciante, uma vez que ele precisa de tempo de prática para se adaptar ao exercício.

Atletas que praticam esportes com curtos períodos de atividade intensa, como futebol, beisebol ou provas de pista de curta distância ( corrida, salto com vara, salto em altura e salto em distância), são melhor servidos com rotinas cardio construídas em torno de treinamento intercalado de alta intensidade.

Para esses atletas, força e poder são essenciais, capacidade de correr 3 quilômetros de uma vez, nem tanto. Então, os treinos devem incorporar períodos repetidos de trabalhos intenso, seguido por períodos mais longos de descanso, assim como aconteceria durante a prática de seus esportes.

Mesmo se você não for um atleta de elite, treinamento cardio de alta intensidade pode ajudar a melhorar a sua força e velocidade, e construir o seu físico. Mas tenha em mente que o excesso de treinamento intenso, sem descansar o suficiente pode realmente retardar seu progresso. Uma dica de ouro é limitar o treinamento de alta intensidade para no máximo 3-4 dias por semana, especialmente para os iniciantes.

Conheça o Workshop "Periodização de Treinamento Cardio"que ensina todos os cálculos necessários e fórmulas existentes para se periodizar um treinamento cardiorrespiratório. Clique aqui!


Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.