Novas
Loading...

Pilates na melhora da Flexibilidade






Flexibilidade é a capacidade de movimentar uma articulação através da sua amplitude de movimento completo. Só em ler essa definição já podemos imaginar o quanto o Pilates pode ajudar na melhora da flexibilidade do nosso aluno. Porém, é importante o profissional te em mente que essa melhora só irá ocorrer se a musculatura for alongada. Eu sei que é meio óbvio escrever isso. mas só teremos  maiores níveis de flexibilidade se empregarmos os estímulos de alongamentos, que são solicitações de aumento da extensibilidade do músculo e de outras estruturas, mantidas por um determinado tempo.

Os alongamentos baseiam-se no princípio de ativação de fusos musculares e órgãos tendinosos de Golgi, sensíveis às alterações no comprimento e velocidade e, na tensão dos músculos, respectivamente.

Fatores influenciadores da flexibilidade:

Idade: Quanto mais velha a pessoa, menos será sua flexibilidade, pois os tendões e as fáscias são particularmente susceptíveis de se espessarem devido à idade e a falta de exercício.

Sexo: As mulheres, em geral, são mais flexíveis que os homens, pelo fato das diferenças hormonais: a taxa superior de estrógeno produz uma retenção de água um pouco superior e uma percentagem mais elevada de tecido adiposo e menos elevada de massa muscular, ou seja, menos densidade dos tecidos.

Individualidade biológica: pessoas de mesmo sexo e idade podem possuir graus de flexibilidade totalmente diversos entre si.

Tonicidade Muscular: o tônus muscular é o grau de firmeza dos tecidos musculares. O aumento do tônus muscular poderá prejudicar a flexibilidade;

Respiração: A respiração é um fator muito importante para a melhora da flexibilidade, embora ela por si só não apresente evidencias que sejam capazes de melhorá-la, no entanto ao servir como meio para alcançar o próximo fator- concentração- e ao ser utilizado junto com ele, sinergicamente transforma-se num instrumento poderoso de treinamento.

Hora do dia: Ao acordar, todos os componentes plásticos do corpo estão em sua forma original, ocasionando uma resistência aos movimentos de maior amplitude. Por volta do meio dia esses fatores já foram contornados e a flexibilidade atinge seus níveis normais.

Temperatura: O frio reduz a elasticidade corporal, pois ele atua sobre o sistema dos motoneuronios gama, aumentando o tônus muscular.

Exercício: A flexibilidade é poderosamente influenciada pelos exercícios que tanto provocam seu aumento quanto sua redução.

Exercícios leves - visando aquecimento - provocam - aumento da flexibilidade.

Pode-se trabalhar a flexibilidade de duas formas: estática ou dinâmica. Na estática os músculos são distendidos e mantidos em posição estática. Mantêm a posição por até 30 segundos e volta à posição inicial.

O principal objetivo do método Pilates é a centralização que visa desenvolver a força abdominal, resistência e controle para manter uma postura boa e preparar o corpo para realizar as atividades funcionais do cotidiano. Ele  poderá ser um exercício físico indicado pra que está em busca de um corpo mais alongado e forte. Entre muitos dos benefícios comprovados cientificamente, o aumento da flexibilidade é um deles. Isso pode ter relação com o aumento da estabilidade na região do tronco através do fortalecimento dos músculos estabilizadores mais profundos. O método preocupa-se com o controle e o ritmo, podendo tornar os músculos mais elásticos.

A contrologia foi projetada para dar flexibilidade, graça natural e habilidades que serão refletidas, sem sombra de dúvida em sua maneira de andar, divertir-se e trabalhar. Ele consiste em exercício físico que utiliza recursos como a gravidade sobre o próprio corpo e a resistência das molas projetadas para os próprios aparelhos do Método, que servem tanto para resistir ou assistir na execução de um movimento.

Ao contrário do que exercícios de resistência tradicionais baseados em treinar os músculos de forma isolada, os exercícios de Pilates tem uma abordagem de reagrupamento muscular total, que exige a ativação e coordenação de vários grupos musculares ao mesmo tempo.

A prática regular de Pilates, seguindo os princípios criados pelo seu idealizador Joseph Pilates, vem ao encontro quando o objetivo é a melhora da flexibilidade e resistência muscular.

Até a próxima.

Uma boa dica para quem trabalha com Pilates é o Curso Online de Pilates nas Escolioses. Clique aqui e saiba mais!



Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário