Header Ads

Profissionais de educação física têm prioridade na vacinação contra influenza







Os profissionais de educação física estão incluídos em um dos grupos prioritários da campanha nacional de vacinação contra influenza. Para receber a imunização, quem não for vacinado em seu local de trabalho poderá procurar uma unidade básica de saúde e apresentar a cédula de identidade profissional do Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (CREF8).



A vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza B (caso mais agudo da doença). Os profissionais de educação física estão inseridos no grupo de profissionais da saúde, que também inclui profissionais ou técnicos das áreas de medicina, odontologia, enfermagem, serviço social, farmácia, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, biologia, nutrição e veterinária.
O presidente do CREF8, Jean Carlo Azevedo, ressalta a necessidade de aderir à campanha e buscar a vacinação. "É importante fazer esse alerta, pois muitos não sabem que os profissionais de educação física são reconhecidos por lei como profissionais da saúde, com base na Resolução n° 218, de 6 de março de 1997, do Conselho Nacional da Saúde, e portanto, estão inclusos no calendário da campanha nacional de imunização contra a doença", afirmou.
O Brasil já registrou este ano, até o dia 23 de abril, 290 mortes pelo vírus influenza A (H1N1), segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde na última terça-feira (3). Ao todo, foram registrados 1.880 casos de influenza de todos os tipos no país.
Os sintomas do H1N1 são semelhantes aos da gripe normal: febre, tosse seca e cansaço. O doente pode ainda ter infecção no sistema respiratório. Os hábitos de higiene, como proteger a boca ao tossir ou espirrar e sempre lavar as mãos, ajudam na prevenção da doença.

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.