Novas
Loading...

Uma boa alimentação, suplementos e exercícios físicos




http://img.olaserragaucha.com.br/vida-e-estilo/saude/1405174787458683.jpg


Teoricamente, uma boa alimentação já daria a energia necessária para fazer exercícios diariamente.  Assim, os suplementos alimentares serviriam apenas para o desgaste extremos dos atletas, como recomenda a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Porém, não é isso o que acontece. Com a falta dessa boa alimentação, é necessário rever conceitos e incluir alimentos que geralmente não são ingeridos.

Uma das primeiras recomendações que não é respeitadas são as cinco ou seis refeições por dia, com intervalos de três ou quatro horas entre elas que os nutricionais recomendam. Não é raro faltar tempo para comer ou não ter o alimento mais adequado à mão.

Nossa alimentação requer 60% de carboidratos, 25% de proteínas e o restante de gorduras. Você ja observou se a sua alimentação chega perto disso?

Para qem pratica atividade física, o carboidrato é fundamental para dar energia. Se ele faltar na hora do exercício, a pessoa vai sentir fadiga. Para compensar essa falta de energia, o corpo passa a transformar proteína em carboidrato, gerando pedra de massa muscular. É mais fácil transformar a proteína do que a gordura em carboidrato, porque a gordura tem uma molécula muito mais complexa.

Essa dinâmica do metabolismo prova que é ineficiente cortar carboidratos para emagrecer. Perder peso exige regularidade em exercícios específicos, ao menos 30 minutos de esteira, três vezes por semana, por exemplo. Isso vai aumentar o metabolismo basal (em repouso) e favorecer a perda de peso. A queima de gordura é obtida com balanço energético negativo. Não adianta gastar três mil calorias com exercícios e depois ingerir três mil ou mais calorias. A pessoa vai manter o peso ou engordar.

Proteínas

A falta de proteína na alimentação não gera sintomas tão evidentes quanto a fadiga na hora de malhar. A proteína está ligada à recuperação muscular. Quando o músculo é solicitado em atividades concentradas, como a musculação, ele sofre pequenas lesões.

Essas lesões forçam um processo de recuperação que levar ao ganho de massa muscular, desde que haja no organismo uma reserva de nutrientes, incluindo proteínas, necessária para o processo.

Os exercícios dão resultados positivos quando são feitos na medida certa, por um corpo preparado para sofrer tal desgaste. É preciso haver equilíbrio entre alimentação, descanso e exercícios para ganhar condicionamento físico e melhorar os contornos do corpo.

Suplementos

Não faltam no mercado ofertas de suplementos ricos em proteínas e carboidratos, dois dos principais combustíveis necessários ao organismo. E seu uso pode ser bem-vindo. É preciso considerar a saúde da pessoa, sua alimentação, seu ritmo de exercícios, se são muitos fatores. A ingestão inadequada de suplementos de proteína, por exemplo, pode levar ao agravamento de problemas renais. Alguns suplementos importados têm anabolizantes mascarados.

A ingestão excessiva de carboidratos pode resultar em acúmulo de gordura e influenciar o surgimento de diabetes e é o que acontece, muito, numa boa parte da população.

Suplementos são para casos muito específicos, onde há a necessidade de fazer esse 'extra'. 


Comente:

Espalhe no Google Plus

Sobre - Educação Físicaa

Professora de Educação Fisica, pós-graduada em Treinamento Desportivo e que tem atuação em Educação Fisica Escolar, Avaliação Fisica e Personal Trainer. Twitter: @educacaofisicaa
Postar um comentário