Header Ads

Cardiologista dá dicas para disputar longas corridas com saúde







Cardiologista dá dicas para disputar longas corridas com saúde Bruno Alencastro/Agencia RBS
Muitas corridas extensas admitem a participação de atletas profissionais e amadores. Segundo o cardiologista do Hospital do Coração Daniel Daher, os candidatos a corrida devem se preparar por um período de 120 a 180 dias antes de participar de uma corrida mais extensa, especialmente quando o trajeto tenha diversas descidas e subidas, que força ainda mais os músculos, como é o caso da São Silvestre, por exemplo.
— Também é muito importante trajar vestimentas apropriadas, como bonés ou óculos de sol, para proteger os olhos, além de roupas leves que favoreçam tanto a transpiração, quanto o resfriamento natural do corpo — acrescenta o cardiologista.
Outra dica é saber o quanto se pode perder de peso durante o percurso. Assim se pode calcular a reposição de líquidos e nutrientes por meio da ingestão de água e isotônicos.
— Vale lembrar que a ingestão de água dos copos oferecidos na corrida deve ser feita aos goles para não provocar vômitos, em função do movimento intenso dos órgãos internos durante a prova. Antes de participar, também é importante consultar a opinião de um nutricionista e consumir alimentos ricos em carboidratos, já que eles são o principal combustível em provas longas como essa — diz Daher.
Quem pretende participar de corridas também precisa se submeter a um check-up para saber se o corpo vai bem e quais as suas possíveis limitações. De acordo com o especialista, os exames mínimos recomendados são: consulta cardiológica especializada, eletrocardiograma, teste ergométrico acompanhado por médico do esporte e exames de laboratório para conhecer os níveis sanguíneos.
— Os esportistas que fazem tratamentos cardiológicos, sejam quais forem, precisam da liberação objetiva e clara de seu cardiologista, após exames como o teste ergométrico. De preferência, o médico que cuida da saúde do atleta deve ter experiência na área dos esportes — acrescenta o cardiologista.
Saiba como evitar lesões ortopédicas mais frequentes e cuidar do coração:
— Prepare a musculatura. Faça um aquecimento com trote, por cerca de 5 a 10 minutos antes de iniciar a atividade
— Faça alongamento na parte posterior da coxa, panturrilha, quadríceps e músculos anteriores da perna, em três séries para cada grupo muscular, de 30 segundos cada uma
— O tênis deve proteger primordialmente os membros inferiores contra os impactos de repetição. As necessidades podem variar de acordo com a intensidade da atividade, mas sistemas de amortecimento de ar ou gel são importantes
— A roupa, embora não interfira diretamente nas lesões, pode gerar desconforto durante a atividade e interferir no seu desempenho. Prefira tecidos que permitam uma transpiração mais livre
— Postura ereta, com balanço harmônico dos braços a passadas suaves, garantem a estabilização de toda a estrutura do corpo, evitando o tensionamento e lesões
— Qualquer sintoma deve ser valorizado: palpitações, falta de ar, dores no peito, tonturas, pare imediatamente a sua corrida e procure auxílio médico

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.