Header Ads

Perfil dos praticantes de atividade física no Brasil







Em geral, os freqüentadores de academias de ginástica são indivíduos com alta escolaridade, com motivação e recursos para a prática de atividades físicas e para uma alimentação saudável e com acesso a informações sobre nutrição e atividade física21.

Analisando o perfil geral dos praticantes de atividade física, verifica-se que grande parte são indivíduos jovens, seguidos por indivíduos de meia-idade. Em Campinas, SP, um estudo mostrou que mais de noventa por cento dos freqüentadores das academias tinham idade que variava entre 17 e 40 anos. Quanto à escolaridade, 57,2% declarou ter concluído ou estar cursando o terceiro grau, 39,5% informou estar cursando ou terem concluído o Ensino Médio, e apenas 3,2% declararam estar cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental22.

Em estudo realizado com uma amostra de 1696 indivíduos, com objetivo de analisar o perfil de praticantes de atividade física em academias no Município de Concórdia, SC, a média de idade dos praticantes de atividade física foi de 30 a 45 anos23. Esse dado assemelha-se com o encontrado por Duran et al (2004) que encontrou uma média de idade de 35,1 anos, com idade variando de 18,4 anos a 56,7 anos, entre os frequentadores de uma academia em Cotia, SP. Em relação à escolaridade, 31,3% tinham nível superior, 21,9% algum tipo de pós-graduação, 28,1% estava cursando nível superior e 18,8% tinham estudado até o ensino médio24.

Os estudos não mostram diferenças significativas em relação ao gênero dos frequentadores de academias e clubes, porém nas unidades do clube SESC no Distrito Federal um estudo mostrou que a maior concentração de indivíduos que praticam exercícios físicos são mulheres, jovens, detentores de boa formação acadêmica, alto poder aquisitivo, que vivem em situação de união estável, e cuja preferência de prática físico-esportiva é a ginástica. Em relação à faixa etária, a maioria dos indivíduos que praticava exercícios físicos encontrava-se entre 21 e 40 anos de idade, seguida do grupo etário de 41 a 60 anos25.

Neste estudo, também foi constatado que os indivíduos do gênero masculino tinham uma participação maior em esportes coletivos como o futebol e o vôlei, assim como na musculação e na corrida, enquanto que, entre as mulheres, a preferência é pela ginástica, hidroginástica, dança e caminhada. Quanto à escolaridade, 41,4% dos indivíduos da amostra do presente estudo possuem nível superior25.

O status econômico tem uma relação direta com a prática de exercícios físicos. Um estudo constatou que os participantes dos programas de exercício físico do SESC/DF com renda familiar acima de R$ 3.000,00 constituíam a maior parte da amostra estudada25.

Por geralmente terem um nível socioeconômico elevado e um ótimo grau de instrução, parte-se do pressuposto de que os praticantes de atividade física possuem conhecimentos básicos em relação à nutrição associada à prática de atividade física26. Porém, percebe-se que a alimentação dessas pessoas não se encontra adequada do ponto de vista nutricional, o que mostra a necessidade de haver orientação nutricional disponível para tal população, os auxiliando a atingir seus objetivos, esclarecendo dúvidas e desmistificando os muitos conceitos errôneos que correm nas academias24.

Um estudo realizado em uma academia na região norte do município de São Paulo, mostrou que o meio mais utilizado pelos praticantes de atividade física para saber sobre nutrição eram revistas, geralmente aquelas relacionadas à saúde e boa forma, internet, principalmente sites de busca e pelo educador físico, respectivamente21.

Em outro estudo realizado com objetivo de avaliar o conhecimento nutricional de atletas profissionais, verificou que ambos os grupos avaliados apresentaram conhecimento nutricional moderado. Porém, a pontuação obtida no teste por atletas amadores foi significativamente superior a dos atletas profissionais. Eles relataram que a população de atletas amadores foi composta exclusivamente por indivíduos do sexo feminino. Isso poderia influenciar os resultados, visto que o público feminino tem uma preocupação maior com a estética, o que faz com este grupo busque maiores informações sobre nutrição associada à atividade física8.

Tanto para desportistas como para atletas, uma alimentação adequada é necessária para suprir a demanda energética requerida pelo exercício, pois a mesma fornece uma ingestão ideal de nutrientes importantes para o rendimento físico. Nota-se a importância que o conhecimento sobre nutrição para prevenção de doenças é fundamental para ambas as populações8.

Fonte

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.