Header Ads

Prática de exercícios: questão de começar








A melhor forma de iniciar um programa de condicionamento físico é escolher um exercíco do qual você goste e que se encaixe na sua rotina diária. Ir ao shopping de bicicleta ao invés de pegar o carro, subir as escadas ao invés de tomar o elevador, ir andando à padaria, etc. são maneiras simples de melhorar a forma física.

É importante que você não tente entrar em forma muito rapidamente: seu corpo precisa de um certo tempo para se adaptar à nova rotina. Não tenha pressa, à medida que seu condicionamento for melhorando, você poderá aumentar o tempo e a intensidade dos exercícios.

Outro fator importante é o aquecimento antes e o alongamento (desaquecimento) depois de uma atividade física. Se você não fizer nenhum aquecimento, estará se expondo a dores musculares ou até a lesões mais graves.

Mesmo que você seja portador de alguma doença, poderá iniciar um programa de exercícios, desde que tome as devidas precauções. Consulte seu médico. Ele poderá dizer se um esforço físico maior poderá trazer riscos a você.

Não importa qual seja sua condição, diz o bom senso que o ideal é fazer um check-up de rotina antes de iniciar qualquer programa de exercícios, principalmente se você se enquadrar em algum dos seguintes casos:

* Mais de 60 anos;

* Mais de 35 anos e fora de forma (não faz exercícios físicos a algum tempo);

* Obeso;

* Fumante;

* Hipertensão, doenças cardíacas, diabetes ou outros problemas de saúde;

* Histórico familiar de doenças cardíacas antes do 50 anos.


Conheça suas limitações

Praticar exercícios com segurança também é ser capaz de reconhecer quando você está prejudicando alguma parte do corpo por estar se excedendo nos exercícios. Nesses casos, lesões sérias, distensões, desmaios e outras reações poderiam ser evitadas se as pessoas soubessem o momento de parar ou diminuir a atividade que estão realizando.

Portanto, veja a tabela abaixo e se tiver algum dos sintomas, tome as providências adequadas a seu caso:


PARTE DO CORPO
SINTOMAS DE ALERTA
O QUE FAZER
Coração
Dores no peito, pescoço, mandíbulas e braços; palpitações, intensa falta de ar; tontura, sensação de cabeça oca e de desmaio.
Pare imediatamente. Faça um check-up assim que for possível.
Articulações
Dor, rigidez e inchaço.
Diminua a rotina de exercícios e coloque uma palmilha acolchoada no tênis.
Músculos
Dor, desconforto e rigidez após uma sessão de exercícios, que persistem até a sessão seguinte.
Dê um intervalo maior entre as sessões para que os músculos se recuperem. Não exagere nos exercícios de fortalecimento.
Rins
Sangue na urina.
Vá ao médico, que talvez o aconselhe a diminuir o percurso das corridas de distância (por exemplo). Se a urina não voltar ao normal, submeta-se a exames.
Intestinos
Diarréia ou sangue ou muco nas fezes.
Vá ao médico. Se seu treinamento inclui corrida de longa distância, diminua.

FONTE/AUTOR: Redaçao do Saúde Informaçoes

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.