Header Ads

Boxe: febre das academias







O boxe pulou do ringue para as academias de ginástica. Hoje em dia, é cada vez mais comum encontrar um local para treinar essa técnica. Mas ao contrário do que acontece em uma luta de verdade, a prática é usada com o objetivo de melhorar o condicionamento físico e não envolve a luta com outra pessoa.

O mais comum é o praticante bater em um saco de areia, um teto-solo (cabo preso ao teto e ao solo com uma bola de borracha no meio, que se movimenta para frente e para trás), um bob (boneco de borracha com peso e textura semelhante ao corpo humano) ou em um punching ball (bola de borracha cheia de ar).

Além de melhorar o condicionamento físico, o boxe fortalece o sistema cardiovascular, as articulações de joelhos e tornozelos, colabora com o equilíbrio, a coordenação motora e a percepção de tempo e espaço. Ele também ajuda a modelar o corpo . "Com o boxe, a pessoa desenvolve ainda agilidade nos braços e pernas, maior concentração e consegue reduzir o nível de estresse", diz o professor Ramon Pietro Bueno*. As aulas são dinâmicas e divertidas

Para conseguir os benefícios desse tipo de exercício é indicado praticar de duas a três vezes por semana . "A tendência é que, depois de dois ou três meses, o aluno consiga notar melhorias em si mesmo, com quatro meses já perceba a diferença ao olhar no espelho e após seis meses a transformação do seu corpo já seja notada pelas outras pessoas", afirma Bueno.

Na aula de uma hora, além dos movimentos característicos do boxe, o aluno faz aquecimento, exercícios com peso para fortalecer a musculatura e pula corda para trabalhar os músculos da panturrilha - essenciais para que o praticante ganhe agilidade nas pernas e consiga desviar com sucesso do oponente.

O boxe praticado em academias de ginástica oferece riscos mínimos , pois não há luta, apenas um contato leve em algumas aulas, simulando um ataque. Nestas ocasiões, o aluno deve usar protetor de boca e somente precisará de protetores especiais e capacete se ele for treinar para competir. Para as aulas semanais, será necessário apenas de uma bandagem para proteger os ligamentos de mãos e pulsos e um par de luvas acolchoadas.

Não se esqueça que antes de fazer a matrícula é preciso passar por um exame médico. Como o gasto calórico nessa atividade é alto , o boxe também é uma alternativa para quem deseja gerenciar o seu peso ideal. Sem esquecer, é claro, que para conseguir alcançar esse objetivo com saúde é fundamental manter uma dieta adequada, indicada por um nutricionista e/ou médico.

* Ramon Pietro Bueno é fisioterapeuta e professor de boxe da Triathon Academia.

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.