Header Ads

Futebol na educação física: uma questão polêmica






Os campos de várzea já não são mais tão presentes nas grandes cidades brasileiras. Além disso, problemas como a violência e o desenvolvimento urbano reduziram consideravelmente a incidência de brincadeiras de rua e criaram um novo cenário de educação infantil fora das escolas. Mudanças sociológicas como essas interferiram diretamente no processo de formação de atletas nas categorias de base dos clubes, que antes se encarregavam de lapidar os garotos formados na filosofia do lúdico de sua vizinhança e agora funcionam como o primeiro contato com o esporte.

O primeiro contato dos garotos com o esporte deixou de ser necessariamente baseado no lúdico e na libertação de seus anseios infantis. A maioria dos meninos passa hoje por escolinhas fundamentadas em perspectivas tecnicistas, que repetem com eles o trabalho feito com os profissionais, mas em menor escala.

Com isso, os garotos têm cada vez menos espaço para a liberdade de expressão e encontram um contato com o esporte baseado em conceitos de exigência e eficiência tático-físico-técnica. Isso reduz drasticamente o espaço para os meninos com menos aptidão para o esporte.

Você não pode perder:

Treinamento Funcional 200 Exercícios - Aprenda Montar Seu Treino
100 planos de aulas + 100 atividades de Educação Física Escolar
Drive Virtual de Educação Física

Tecnologia do Blogger.